Casal detido em Espanha pela morte de dois filhos bebés em menos de um ano e meio

Um casal foi detido em Espanha, Albacete, pela morte do filho Dylan de quatro meses, em junho do ano passado. De acordo com o El Mundo, citado pelo Jornal SOL, esta é o segundo filho do casal a perder a vida tragicamente. Ambos tinham exatamente 131 dias quando morreram.

A causa da morte do primeiro filho de German, de 28 anos, e de Aroha, de 27, que faleceu em janeiro de 2018, foi apontada como um traumatismo cranioencefálico que lhe provocou uma hemorragia cerebral fatal, o que terá levantado as suspeitas das autoridades, uma vez que nem o pai nem a mãe sabiam explicar o que tinha acontecido a Omar de quatro meses.

Na ocasião, o casal disse que encontrou a criança a chorar. As autoridades abriram uma investigação por homicídio negligente, enquanto o casal continuou a sua vida.

Uns meses depois, Aroha engravidou e em fevereiro deste ano nasceu Dylan. 131 dias depois os serviços de emergência receberam uma chamada e depararam-se com o bebé morto, quando chegaram à residência. Inicialmente, a morte súbita foi a causa apontada, no entanto, a autópsia apontou fraturas nas costelas do menor, que lhe perfuraram um pulmão.

A Polícia Judiciária tomou conta da investigação e deteve o casal que se encontra atualmente em prisão preventiva. A família e os conhecidos do casal acreditam na inocência do mesmo.