Médico poderá ter abusado de pelo menos 95 pacientes menores

Lusa

Um médico do norte da Áustria é suspeito de ter abusado sexualmente de pelo menos 95 pacientes menores, todos rapazes, anunciou hoje o Ministério Público de Wels, após vários meses de investigação.

Segundo o Ministério Público, o médico explicou às suas vítimas, muitas delas com menos de 14 anos, que essas práticas faziam parte de um ato médico, o que lhe permitiu continuar com as suas ações durante vários anos sem ser denunciado.

Contudo, foi a denúncia de uma dessas crianças que levou à detenção do médico em janeiro.

A revelação do caso levou a uma série de testemunhos, tendo sido identificadas até ao momento 95 alegadas vítimas.

De acordo com os investigadores, os factos mais antigos datam do início dos anos 2000.

O local e elementos de identificação do médico não foram divulgados a fim de preservar a dignidade das vítimas, no entanto, a imprensa austríaca avançou com a informação de que os factos ocorreram "numa pequena cidade provincial".

Os detalhes dos factos incriminados também não foram especificados.

O médico, que deve ser julgado no outono, incorre numa pena de até 15 anos de prisão.