Castração química para pedófilos aprovada no Alabama

A governadora do Alabama (EUA), Kay Ivey, aprovou hoje uma lei que prevê a castração química para pedófilos que podem assim sair em liberdade condicional.

A lei, que entre em vigor em setembro, afirma que o mesmo procedimento é necessário para manter os condenados por crimes sexuais cometidos contra crianças menores de 13 anos fora da prisão.

"Este projeto é um passo para proteger as crianças no Alabama", afirmou Ivey, do Partido Republicano.

Os custos do procedimento devem ser assumidos pelo condenado, se tiver possibilidades financeiras.

O procedimento é realizado com uma substância que reduz, inibe ou bloqueia a produção de testosterona e outros hormônio. A mesma deverá ser tomada pelo condenado um mês antes de deixar a prisão, devendo se deixar de tomar a substância, cumprir o resto da pena.