Explosões simultâneas em igreja e hotéis de luxo no Sri Lanka fazem 137 mortos

Lusa

Pelo menos 137 pessoas, entre as quais nove estrangeiros, morreram após uma série de explosões que ocorreram em três igrejas e três hotéis no Sri Lanka, de acordo com novo balanço avançado por fonte policial.

Fonte policial avançou à agência de notícias francesa France Presse, que as autoridades já registaram 45 mortos, entre os quais nove estrangeiros na capital Colombo, 67 em Negombo, uma localidade mais a norte, e 25 em Batticaloa, a este do país.

A capital, Colombo, foi alvo de pelo menos quatro explosões, em três hotéis de luxo e uma igreja. Duas outras igrejas foram também alvo de explosões, uma em Negombo, a norte da capital e onde há uma forte presença católica, e outra ao leste do país.

As explosões ocorreram "quase em simultâneo", pelas 08:45 (03:15 em Portugal), de acordo com fontes policiais citadas por agências internacionais.