Milhares nas ruas de Belgrado em protesto contra o Governo

Lusa

Milhares de pessoas saíram hoje à rua na capital sérvia, Belgrado, em protesto contra o Governo, um dia depois de o Presidente populista Aleksandar Vucic convocar uma manifestação numa aparente tentativa de travar meses de manifestações contra si.

Os manifestantes desfilaram pelas ruas de Belgrado soprando apitos e exigindo mais democracia e liberdade de imprensa na Sérvia. As marchas acontecem todos os sábados desde dezembro do ano passado.

Ex-extremista nacionalista que agora diz querer que a Sérvia adira à União Europeia, Vucic tem rejeitado as acusações dos seus opositores que dizem que impôs uma autocracia à Sérvia.

Dezenas de milhares de pessoas de toda a Sérvia e de alguns países vizinhos foram levadas para Belgrado para participarem, na sexta-feira, na manifestação de apoio a Vucic numa demonstração de força política. O Presidente disse aos seus apoiantes que as diferenças políticas deveriam ser resolvidas nas urnas.

Os líderes da oposição sérvia afirmam que irão boicotar qualquer eleição futura, a menos que seja livre e justa para todos e disseram hoje que existe uma equipa de especialistas pronta para conversar com o Governo sobre exigências de uma votação livre.

"Vamos continuar com o protesto e vai durar até a vitória. O nosso sábado livre vai vencer", sublinhou Branislav Lecic, um ator que tem sido ativo no movimento de oposição.

Os protestos contra o Governo começaram depois de atacantes com máscaras terem agredido um político da oposição em novembro.