Padre português suspenso por ter engravidado catequista

O padre Heitor Antunes, que se encontrava a exercer funções no Canadá, foi suspenso do dever pela Diocese de Hamilton, por se suspeitar de que manteve um relacionamento sexual com uma catequista menor em Portugal, tendo sido pai de uma criança quando a jovem já era adulta.

O sacerdote foi suspenso no dia 4 de março e abandonou a diocese no dia 8, desconhecendo-se se retornou a Portugal.

O bispo de Vila Real, D. Amândio Tomás, suspendeu o padre Heitor Antunes, que se envolveu com uma catequista quando esta ainda era menor de idade e com quem acabou por, anos mais tarde, ter um filho. A relação do sacerdote com a jovem catequista terá começado quando esta tinha apenas 14 anos, mas já seria adulta quando engravidou. O padre Heitor Antunes assumiu a paternidade da criança. Terá sido esta relação que levou a que fosse destacado, há vários anos, para o Canadá.