Autoridades tentam resgatar menino de dois anos de um poço com mais de 100 metros

Um menino de dois anos caiu este domingo num poço com 110 metros de profundidade e cerca de 25 centímetros de diâmetro na região de Dolmen Del Cerro De La Corona, em Málaga, Espanha.

O alerta foi dado por volta das 14h00 locais (13h00 em Lisboa), altura em que as equipas de socorro foram chamadas ao local. Segundo o governo espanhol, o menino Yulen caiu dentro de um buraco de prospeção para procurar água.

Os trabalhos de resgate do menino duraram toda a noite e foram dificultados por um deslizamento de terras naquela área. Mais de uma centena de militares da Guardia Civil foram mobilizados para os trabalhos de socorro.

O porta-voz da Guardia Civil disse aos jornalistas que não vão parar até retirar o menino e que mantêm a esperança de o retirar com vida. O resgate está a ser complexo e contra-relógio, com o acidente a ter ocorrido há já 24 horas.

São vários os meios de comunicação espanhóis que estão a dar conta do resgate.

Os bombeiros vão entubar o buraco de 110 metros de profundidade e 25 centímetros de largura onde Yulen deve estar preso. Além disso, os bombeiros preparam-se também para escavar um buraco paralelo para ajudar às operações de resgate. A notícia está a ser dada pelo La Vanguardia. Os avanços acontecem poucas horas depois de as autoridades terem encontrado uma bolsa que a criança levava consigo quando caiu a 78 metros de profundidade.