Crítico do Governo chinês desaparecido após polícia ter interrompido entrevista

Lusa

O paradeiro de um ex-professor chinês crítico do Governo de Pequim permanece desconhecido, dois dias depois de a polícia chinesa ter interrompido uma entrevista de rádio com a Voice of America, emissora internacional financiada pelos Estados Unidos.

Sun Wenguang estava a falar para a estação de rádio na noite de quarta-feira quando polícias entraram no seu apartamento na cidade de Jinan, no leste do país. "Eu tenho a minha liberdade de expressão", exclamou antes de cair a ligação.

A Voice of America informou que o professor não respondeu a várias tentativas de contacto.

Ex-professor de física, Sun Wenguang, de 84 anos, foi detido várias vezes pelas suas críticas à liderança comunista chinesa.