Maçã trama passageira de avião

Por causa de uma maçã na mala de mão, uma passageira teve de pagar uma multa de 408 euros ao chegar ao aeroporto de Minneapolis, no Minesota.

Nos Estados Unidos da América (EUA), todos os bens devem ser declarados à entrada do país, e na chegada ao aeroporto a passageira foi revistada pelas autoridades alfandegárias que encontraram uma fatia de maçã na mala, que lhe tinha sido dada durante o voo da companhia aérea Delta Airlines.

Note-se que nos EUA, quem não declarar produtos ou bens agrícolas arrisca-se a uma multa que pode ir até os mil dólares.

Uma viagem a França, que ficou mais cara do que previsto, uma vez que foi ganha num passatempo.

A norte-americana, Crystal Tadlock, está a tentar reverter a situação na justiça.