Trump perde conselheiro económico

Divergências relativamente à política de comércio faz com que Gary Cohn deixe a administração norte-americana

A Casa Branca perde mais uma das suas mais altas figuras. Gary Cohn, o conselheiro económico de Donald Trump, demitiu-se, segundo anunciou a administração americana.

Antigo presidente do Goldman Sachs, Cohn foi fundamental para a reforma fiscal do atual presidente norte-americano. No entanto, tinha profundas discordâncias com a política deste para o comércio, que se agravaram quando Trump anunciou a intenção de taxar gravemente as importações de aço e alumínio, na semana passada.

Em comunicado, Donald Trump agradeceu o seu "serviço dedicado ao povo americano".

O mau estar entre Cohn e Trump foi evidente em agosto, quando o conselheiro criticou a atitude do presidente perante as manifestações de extrema direita em Charlottesville, na Virgínia. Na altura, afirmou que a administração "devia ter feito muito melhor"