Juncker diz que "gostaria muito" de ver o Reino Unido de regresso à UE

Lusa

O presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, disse hoje, num debate com os eurodeputados, em Estrasburgo, que “gostaria muito” de ver o Reino Unido reintegrar a União Europeia (UE) depois do ‘Brexit’.

Juncker contrapôs ao artigo 50.º do Tratado de Lisboa – que permite a saída de um Estado-membro e que Londres invocou para iniciar negociações para o ‘divórcio’ da UE – o artigo 49.º, “que autoriza novas adesões” ao bloco europeu, de que, sublinhou, “gostaria muito”.

Juncker lembrou ainda que na terça-feira, também num debate no Parlamento Europeu (PE), tinha estendido mais uma vez a mão a Londres: “caso eles queiram seguir outro caminho que não o ‘Brexit’, estamos prontos para conversar”.

O chefe do executivo comunitário salientou ainda que Londres teve uma “reação quase irritada” a esta proposta.