'El Chapo' está a perder a memória e "a ficar paranóico"

notícias ao minuto

Aos 63 anos, e depois de se tornar num dos mais famosos narcotraficantes do mundo, 'El Chapo' aguarda julgamento nos EUA.

Joaquín Guzmán Loera, mundialmente conhecido por ‘El Chapo’, encontra-se detido em Nova Iorque há cerca de um ano, depois de ter sido extraditado do México para os Estados Unidos, devido a crimes de narcotráfico e homicídio.

O homem, que fugiu duas vezes da prisão e que chegou a ser considerado o criminoso mais procurado do mundo, aguarda julgamento e está isolado 23 horas por dia numa cela com uma janela, chuveiro e sanita.

Em declarações ao El País, o advogado de defesa do líder do cartel de droga Sinaloa garante que Joaquín Guzmán Loera “está mal”. Apesar de garantir que “não está incapacitado”, a defesa frisou que 'El Chapo' “está a perder a memória e a ficar paranóico”.

“Repete muitas vezes as coisas e esquece-as de seguida. Às vezes falamos de algo e passado 15 minutos já se esqueceu. Isto afeta a forma de trabalhar, porque temos um cliente que não sabe dizer se se passou algo, nem quando, nem como”, frisou.