Pedófilo anão escapa à prisão por ser "demasiado pequeno"

Polícia confiscou o seu computador portátil e descobriu as mensagens obscenas que andava a trocar com duas menores.

Um anão que incitou jovens menores a cometer atos sexuais através do Facebook conseguiu escapar à prisão, graças à sua estatura.

De acordo com o Metro, Bryan Anthony Bowen abordou duas raparigas, de 15 e 13 anos, nesta rede social e enviou-lhes mensagens obscenas pedindo-lhes que lhe enviassem fotos nuas.

Apesar das evidências, o juiz Rhys Rowland considerou que o homem de 26 anos era 'demasiado pequeno e emocionalmente inadequado' para estar na prisão, onde, segundo o mesmo, passaria por situações complicadas.

Como alternativa, o juiz sentenciou-o a 48 semanas de pena suspensa e ordenou que o seu nome fosse inserido na lista de predadores sexuais.