Diversas pessoas feridas por carro que galgou passeio em Londres

Um carro avançou sobre pedestres que circulavam em frente ao Museu de História Natural de Londres, deixando vários feridos. De acordo com a Polícia Metropolitana da capital britânica, um homem foi preso, avança a agência Reuters.

Em um comunicado, a polícia de Londres informou que está no local averiguando o que aconteceu. O serviço de emergência da capital foi acionado. Ainda não há detalhes sobre o suspeito. Diligências estão sendo feitas para verificar as circunstâncias e motivos do atropelamento.

Um vídeo divulgado no ‘Twitter’ mostrava um homem no solo, manietado por outras pessoas e perto de um veículo acidentado. Um porta-voz do museu confirmou às agências noticiosas que o automóvel atingiu diversas pessoas e referiu-se a um “sério incidente”, enquanto uma testemunha se referia a “cenas de pânico”.

“Estava perto da estação de metro South Kensington, havia muitos polícias. E de repente uma polícia gritou às pessoas para correrem, e toda a gente partiu num movimento de pânico, muitas pessoas gritavam”, precisou em declarações à agência noticiosa France-Presse.

A polícia referiu que vai fornecer mais tarde novos detalhes sobre este incidente. Em comunicado, Downing Street precisou que a primeira-ministra britânica Theresa May está a ser informada sobre esta ocorrência.

Este incidente ocorre num contexto de ameaça terrorista no Reino Unido após uma vaga de ataques reivindicados nos últimos meses no país pelo grupo ‘jihadista’ Estado Islâmico (EI).