Covid-19: Alemanha regista 23.804 novas infeções e 219 óbitos nas últimas 24 horas

Lusa

A Alemanha registou 23.804 novas infeções pelo SARS-CoV-2 e 219 óbitos devido à covid-19 nas últimas 24 horas, segundo dados do Instituto Robert Koch (RKI).

O país continua com alto índice de incidência de infeções, com 160,7 casos em 100.000 habitantes numa semana, segundo dados atualizados hoje pelo RKI, o que significa um ligeiro aumento em relação à sexta-feira (160,1 casos).

Com isto, mantém-se o aumento observado nesta última semana, após o intervalo registado na Páscoa que, como lembrou o RKI, deve ser atribuído ao facto de ter havido menos testes realizados durante os feriados.

Desde o início da pandemia, o número de infeções registadas ascendeu a 3.123.077 - das quais 2.765.100 são pacientes recuperados -, enquanto o número de mortes subiu para 79.847.

O fator positivo é a aceleração do processo de vacinação desde o início de abril no país, quando os médicos de família aderiram à campanha de vacinação.

No total, foram administradas 20,7 milhões de doses, cerca de 15,4 milhões de alemães receberam a primeira vacina (18,5% da população), enquanto 5,3 milhões já receberam a segunda dose (6,4%).

Na sexta-feira, a chanceler alemã, Angela Merkel, recebeu a primeira dose da vacina da AstraZeneca.

Vários políticos alemães receberam a vacina da AstraZeneca, como o ministro das Finanças e vice-chanceler, Olaf Scholz, o Presidente alemão, Frank Walter Steinmeier, o porta-voz de Merkel, Steffen Seibert, assim como o responsável da RKI, Lothar Wieler, todos com mais de 60 anos.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2,98 milhões de mortos no mundo, resultantes de mais de 139 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.