Pediatra dos EUA detido por posse de pornografia infantil

Lusa

Um pediatra do sul da Florida, nos Estados Unidos, foi detido por posse e distribuição de pornografia infantil, anunciou hoje o gabinete do xerife do condado de Broward.

Michael Mizrachy, com mais de 20 anos de prática pediátrica, foi detido na terça-feira à noite, na sequência de uma denúncia feita em junho à unidade de Crimes na Internet Contra Crianças, que levou a uma investigação e à detenção do pediatra, passando este a ter o seu nome incluído no registo de pedófilos.

No computador de Mizrachy, foi encontrado um vídeo em que um menor com idade entre 8 e 10 anos aparece a fazer sexo com um adulto, além de imagens de menores em roupa interior ou fato de banho, aparentemente captadas sem que as crianças se apercebessem.

Segundo a polícia, os menores captados nas imagens eram filhos de amigos de Mizrachy.

O pediatra terá também, de acordo com o gabinete do xerife do de Broward, utilizado uma aplicação de mensagens por telefone chamada Kik para ter uma conversa com uma criança menor de 15 anos, durante a qual houve uma troca de imagens de conteúdo sexual.

Mizrachy, que deverá comparecer já hoje em tribunal, enfrenta duas acusações de posse de imagens de ato sexual de uma criança e uma acusação de pornografia informática.

Segundo a imprensa local, o pediatra estava em processo de divórcio desde novembro passado e a sua mulher pediu a custódia dos filhos.

O detido dava consultas no Centro de Pediatria West Broward, na cidade de Plantation, que lamentou todo o caso e esclareceu que o médico já não trabalha ali desde o ano passado.

“Não temos provas de que tenha sido cometido algum crime no exercício de suas funções profissionais”, acrescentou o centro.