Covid-19: Espanha teve no fim de semana quase 20.000 novos casos e 401 óbitos

Lusa

Espanha registou desde sexta-feira 19.979 casos de covid-19, o que confirma a tendência para a descida de novos contágios, mas que faz subir o número total de infetados para 1.648.187, segundo números divulgados hoje pelo Ministério da Saúde espanhol.

O país tem ainda mais 401 mortos devido à doença notificados durante o fim de semana, menos uma centena do que o aumento de há uma semana, com o total de óbitos a ser agora de 45.069.

A secretária de Estado da Saúde espanhola, Silvia Calzón, disse hoje em conferência de imprensa, para dar conta da evolução da pandemia, que os dados confirmam "a tendência descendente" e a melhoria dos indicadores, mas alertou que estes números continuam a ser preocupantes e têm de continuar a baixar.

O nível de incidência acumulada (pessoas contagiadas) em Espanha continua a descer, sendo hoje de 276 casos diagnosticados (menos 31 do que na passada sexta-feira) por 100.000 habitantes nos últimos 14 dias, sendo as regiões com os níveis mais elevados a de Castela e Leão (431), La Rioja (422), País Basco (411) e Astúrias (406).

Deram entrada nos hospitais com a doença nas últimas 24 horas 943 pessoas, das quais 152 na Andaluzia, 141 na Catalunha e 121 em Madrid.

Em todo o país há 14.503 pessoas hospitalizadas com a covid-19, o que corresponde a 11,85% das camas, das quais 2.629 pacientes em unidades de cuidados intensivos, o que corresponde a 26,74% das camas desse serviço, números que estão a decrescer há várias semanas.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 1,4 milhões de mortos no mundo desde dezembro do ano passado, incluindo 4.505 em Portugal.

Na Europa, o maior número de vítimas mortais regista-se no Reino Unido (58.245 mortos, mais de 1,6 milhões de casos), seguindo-se Itália (54.904 mortos, mais de 1,5 milhões de casos), França (52.325 mortos, mais de 2,2 milhões de casos) e Espanha (45.069 mortos, mais de 1,6 milhões de casos).