Terra ‘capturará’ mini-lua que ficará ‘por cá’ durante meio ano

A Terra está prestes a capturar uma mini-lua, que os astrónomos acreditam que ficará presa na gravidade do nosso planeta durante cerca de meio ano.

Entende-se por mini-lua um objeto de pequenas dimensões que é temporariamente capturada pela órbita da Terra, ficando a pairar junto do nosso planeta durante um curto período de tempo – meses ou anos – antes de voltar a ser lançado para o Espaço.

Recentemente, uma equipa de astrónomos descobriu o corpo celeste 2020 SO, que está numa trajetória de aproximação que provavelmente o fará ser capturado pela Terra.

De acordo com as projeções dos cientistas, o corpo celeste 2020 SO entrará na órbita da Terra em meados de outubro e ficará junto do nosso planeta até maio de 2021, altura em que seguirá para outros destinos no Espaço.

O corpo em causa aproxima-se a uma velocidade muito baixa, o que é atípico para a movimentações de asteróides. Por isso, os cientistas suspeitam que a candidata a mini-lua da Terra seja apenas lixo espacial do século passado.

“O que eu estou a ver é que se está a movimentar muito devagar, o que reflete a sua velocidade inicial. Isto é essencialmente uma grande revelação”, disse ao portal Science Alert a arqueóloga espacial Alice Gorman, da Universidade Flinders, na Austrália.