Covid-19: Quase três mil novas infeções no Reino Unido pelo segundo dia consecutivo

O Reino Unido registou 2.948 novos casos de covid-19, uma pequena redução relativamente à véspera, e mais três mortes nas últimas 24 horas, de acordo com dados oficiais do ministério da Saúde britânico.

No domingo tinham sido contabilizados 2.988 casos, um recorde diário desde maio, e duas mortes.

O ministro da Saúde, Matt Hancock, revelou que a maioria das novas infeções está a acontecer entre jovens, os quais urgiu para respeitarem as regras de distanciamento social para evitar um agravamento da situação epidémica como está a acontecer noutros países europeias.

"É preocupante porque assistimos a um aumento nos casos em França, Espanha em alguns outros países da Europa, e ninguém quer ver uma segunda onda aqui [no Reino Unido]”, afirmou, durante um programa na rádio LBC.

Segundo Hancock, as infeções aumentaram mais entre menores de 25 anos, especialmente entre os 17 e 21 anos, uma idade com menor risco de desenvolver morrer devido ao coronavírus, mas que mesmo assim podem desenvolver complicações ou contagiar pessoas mais vulneráveis.

O Reino Unido tem vindo a combater surtos locais com restrições em certas cidades e regiões, nomeadamente no norte de Inglaterra e Escócia.

O total acumulado de casos de contágio desde o início da pandemia de covid-19 no Reino Unido passou assim para 350.100 e o número de mortes para 41.554.

A pandemia de covid-19 já provocou pelo menos 889.498 mortos e infetou mais de 27,1 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.