Emigrante português assassinado na África do Sul

José Luís da Silva – Correspondente em Joanesburgo

Luís Pereira, 83 anos, foi assassinado na sua residência em Little Falls, Roodepoort .

De acordo com relatos do neto da vítima, Kim Pereira Dodd, ao JM, os seus avós viviam sozinhos. "O que aconteceu é que eles abriram as portas da sua residência a dois pedintes que solicitavam comida".

Quando faziam a entrega de alguma comida, atendendo ao pedido dos “esmoleiros", repentina e surpreendemente foram subjugados pela força.

A senhora ainda conseguiu fugir, tendo sido encontrada inconsciente no jardim. Entretando, "os dois energúmenos, no interior da residência, espancaram até à morte e com requintes de malvadez" o octagenário luso, cujos descendentes nasceram na África do Sul, disse ainda Kim Pereira Dood.

Os vizinhos, ouvindo distúrbios e o estilaçar de vidros, alertaram as forças de segurança, que à chegada já nada puderam fazer para salvar a vida a Luís Pereira, que jazia no chão.

A esposa está internada numa UCI de um hospital local, no Oeste Rand, a aproximadamente 24,2 km de Joanesburgo.

Devido ao adiantar da hora, não foi possível o JM se deslocar para obter mais informações sobre esta tragédia consumada no seio da comunidade portuguesa.

Um dos assassinos foi há pouco detido pela polícia sul-africana.