Jornadas 2019: "A única forma de combater o desordenamento é com planeamento estratégico", Bruno Martins

Bruno Martins, vereador da Câmara Municipal do Funchal, usou da palavra para abordar, também ele, a questão do urbanismo, considerando que, em dados momentos, nas últimas duas décadas, "o planeamento deixou de ser uma prioridade".

"A única forma de combater o desordenamento é com planeamento estratégico", frisou, lembrando que a autarquia funchalense tem um novo PDM há cerca de um ano, mencionando, a título de exemplo a classificação de pontes e ribeiras.

Bruno Martins deixou críticas à reabilitação de ribeiras no Funchal: "Temos um exemplo, mesmo aqui em frente [ribeira de Santa Luzia], que foi betonizada".

Na resposta, Carolina Sumares, considerou que "é de congratular que o PDM queira reduzir o crescimento da circunferência da cidade", mas afirmou que "em relação ao diagnóstico e à intervenção nos edifícios no centro da cidade ainda há trabalho a fazer".

Já em relação à mobilidade, "o ideal seria que se pudesse limitar a circulação de carros", afirmou, aludindo à grande afuluência de automóveis de concelhos vizinhos.

Sobre a reabilitação das ribeiras, Carolina Sumares concordou com as críticas. "Não foi um projeto de reabilitação, e não teve bom acompanhamento de técnicos de várias áreas", disse.