Luís Sousa: ACIN ambiciona empregar 500 pessoas (vídeo)

Cláudia Ornelas

O administrador do grupo ACIN, Luís Sousa, informou que o Governo Regional pretendeu criar um polo tecnológico na Ribeira Brava, apontando para a importância desta medida agregadora de empresas que, por sua vez, criam postos de trabalho.

Ressaltou que este é um aspeto que deveria ser evidente em todos os concelhos, dando a exemplo a Ponta do Sol, que acentuou a sua produção cultural, e Câmara de Lobos, cujo foco é na área marítima.

Retomando o caso da Ribeira Brava referiu: “sermos conhecidos como uma terra tecnológica poderá trazer muitos benefícios para o futuro”.

Deu conta que a ACIN emprega atualmente 245 pessoas, mas espera vir a empregar muitas mais. “500 pessoas na área da Tecnologia a trabalharem na Ribeira Brava – engenheiros, especialistas em marketing e em design, call centers, comerciais – mudam totalmente a face desta vila”, assegurou. “Estas pessoas poderão arrendar e comprar casas, consumir no comércio local e isso é uma bolo de neve muito grande que vai beneficiar a todos”, complementou.