Europeias: “É preciso reduzir o endividamento que o PS nos submeteu”, diz Aliança

“É preciso reduzir o endividamento que o PS nos submeteu”, disse o candidato às Europeias da Aliança, Luís Paulo Lopez.

A Aliança rejeita o “crescimento anémico, a carga fiscal elevada”.

“Centeno, o Ronaldo das Finanças, diz que são necessários 11 anos” de esforço orçamental. “Não estamos dispostos”, reforçou o candidato.

E acrescentou: “Não queremos continua a disputar a liga dos últimos para não sermos ultrapassados pela Letónia, ou pela Grécia”. Para isso, referiu, “é preciso crescer acima da média europeia”.