‘Flexibilidade Curricular’ fechou inscrições com 422 participantes

Paula Abreu

O VI Encontro da Educação, organizado pela Câmara Municipal de Santa Cruz em parceria com o JM, registou uma procura que superou as expetativas da organização.

Encerradas que estão as inscrições para o evento que vai debater ‘Flexibilidade Curricular: Projetos e Estratégias’, inscreveram-se 422 pessoas, maioritariamente professores. Na realidade, estão inscritos 327 docentes (77%), 41 educadores (10%), 12 estudantes (3%) e 42 com outras profissões (42%).

O evento contará com mais pessoas, atendendo ao leque de oradores e todo o ‘back office’ da organização deste encontro.

De salientar que todos os concelhos da Região estão representados no encontro que se realiza no próximo dia 26, das 9h às 17 horas, no Hotel Vila Galé. Os municípios de Santa Cruz e do Funchal estão em maior número, com 142 e 129 inscritos respetivamente. Seguem-se Machico, com 74 inscrições, Câmara de Lobos com 30, Ponta do Sol com 16, Ribeira Brava com 13, Santana com oito, Calheta com quatro, Porto Moniz, Porto Santo e São Vicente com dois cada.

Recorde-se que a abertura do VI Encontro de Educação está marcada para as 9h30 do dia 26, com intervenções do presidente da Câmara Municipal de Santa Cruz e do secretário regional de Educação, Filipe Sousa e Jorge Carvalho, respetivamente.

Segue-se o primeiro painel, ‘Escola para todos’, moderado pelo diretor regional de Educação, Marco Gomes. Ariana Cosme, professora da faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade do Porto vai abordar o tema ‘Escolas e professores do XXI: Desafios, Compromissos e Possibilidades’.

O segundo painel vai debruçar-se sobre ‘Novas Dinâmicas’, com moderação de João Sena, da EB1/PE da Camacha. ‘Uma Escola Ativa’, com as professoras Marília Trigo e Stephanie Melo, ‘Autonomia e Flexibilidade Curricular, um rumo’, com a professora Carla Pestana, são subtemas deste painel.

À tarde, o painel ‘Cenários de Aprendizagem’ será moderado pelo diretor do JM, Agostinho Silva. Nesta mesa, serão debatidos os temas ‘Quadro e giz, só? Tecnologia e Flexibilidade’, com o professor Pedro Ramalho, ‘Cenários de inovação Pedagógica’, com a docente Vanda Fraco.

Posteriormente, um debate que irá ‘mexer’ com a plateia. Rui Lima, considerado um dos melhores professores do mundo, vem à Madeira questionar sobre se ‘Os Projetos são dos alunos?’. Segue-se a sessão de encerramento com Élia Ascensão, da autarquia de Santa Cruz, e com Júlia Caré, presidente da Assembleia Municipal de Santa Cruz.