Jornadas: Responsável pela EBSC quer mais informações ao nível das necessidades turísticas

Susy Lobato

Bernardo Gouveia, presidente do Conselho Executivo da Escola Básica e Secundária da Calheta, gostaria de obter, da Secretaria Regional do Turismo, mais informações no que respeita às necessidades de mão de obra no sector.

Contudo, o responsável pela escola referiu que mais de 50% dos cursos profissionais leccionados são na área do turismo, mas seria bom saber em que áreas, em particular, há défice de trabalhadores.

Ainda assim, referiu, “na escola formamos para o mundo, porque o emprego não está à nossa porta”.

De seguida, dirigiu-se à provedora da Santa Casa da Misericórdia da Calheta para pedir ajuda a incentivar os jovens para as áreas sociais. Bernardo Gouveia revelou que quando são abertos cursos nestas áreas não surgem interessados.