Escola do Porto da Cruz: "Economias mais equilibradas"

Cláudia Ornelas

Por se tratar de uma experiência interessante, enriquecedora, com um prémio aliciante e que permite aos alunos tomarem uma maior consciência da sua identidade europeia, a Escola Básica 1,2,3/PE do Porto da Cruz concorre, pela terceira vez, ao ‘IncluEuropa’. Isto mesmo é dito por Priscila Aveiro, docente responsável por coordenar a equipa, constituída por oito alunos, dos 13 aos 15 anos, que vai participar, na próxima quarta-feira, no concurso ‘Olimpíadas da Europa’.

Esta é uma iniciativa que “permite aos alunos tomarem consciência da sua identidade europeia e, simultaneamente, alargar a sua cultura geral e os seus conhecimentos específicos sobre a comunidade alargada da qual fazem parte”, declara. Acrescenta que é também uma oportunidade para estes estudantes viverem experiências fora do contexto escolar e confraternizarem com alunos de outros estabelecimentos.

De forma a preparar os participantes, Priscila Aveiro explica que agendou duas reuniões: uma para esclarecimentos sobre a operacionalização do concurso e distribuição dos tópicos pelos vários elementos e outra para averiguar o nível de preparação dos alunos e esclarecer eventuais dúvidas.

Pedro Freitas, de 14 anos, é um dos participantes. Respondendo à questão ‘Quer futuro quero para a Europa?’ que foi colocada pela organização do ‘IncluEuropa’, o aluno pede “mais união entre os membros, economias mais equilibradas e uma aposta contínua no respeito pelos Direitos Humanos”.

Questionada sobre como deve a Europa acolher os recém-chegados da Venezuela, Bárbara Silva, aluna de 14 anos, é clara: “ajudando na sua integração, principalmente no que diz respeito à habitação e ao trabalho”. Evidencia que se uma situação similar acontecesse na Europa, os cidadãos europeus também gostariam de ser ajudados.

Participam na terceira edição deste projeto organizado pelo Gabinete da eurodeputada Liliana Rodrigues em parceria com a Secretaria Regional da Educação, através da Direção Regional da Juventude e Desporto, os seguintes estudantes deste estabelecimento: Bárbara Silva, Ana Petito, Pedro Freitas, Sabrina Mendonça, Lisa Silva, Joana Teles, Sara Carvalho e Adrían de Freitas. Recorde-se que o projeto congrega ainda a iniciativa das ‘curtas-metragens’. Os vencedores de cada um dos concursos têm como prémio uma viagem ao Parlamento Europeu, em Bruxelas.