Jornadas Madeira: “Onde pára o dinheiro da ecotaxa turística”, questiona Rafael Carvalho

Rafael Carvalho, deputado do PSD na Assembleia Legislativa da Madeira, usou da palavra nas Jornadas Madeira, que decorre hoje em Santa Cruz, para questionar Filipe Sousa acerca do dinheiro proveniente da ecotaxa turística.

“Santa Cruz é o único concelho que cobra ecotaxa turística, cujos objetivos seriam essencialmente os jardins, a limpeza urbana, entre outros. E depois fico triste quando vejo, por exemplo, os jardins dos Reis Magos completamente abandonados”, atirou, questionando: “Onde pára o dinheiro da taxa turística?”.

“O dinheiro não vai certamente para o que estava delineado”, acusou.

Na resposta, o presidente da autarquia, Filipe Sousa, disse ficar “triste” com a oposição do PSD no concelho, uma vez que “no que toca aos problemas estruturais do município não apresenta uma única solução”.

“Estou na Câmara há nove anos, ainda não vi uma única proposta por parte da oposição que tenha um enquadramento legal e estrutural para beneficiar em qualquer área o serviço do município”, respondeu, dizendo ser mentira afirmarem que “se faz pouco investimento” em Santa Cruz.


“Nós não temos capacidade humana e técnica para andar todos os dias em torno dos jardins, nem nós nem nenhuma outra autarquia”, sublinhou.

Filipe Sousa abordou ainda a ETAR dos Reis para dizer que observa uma “tremenda irresponsabilidade” do PSD EM Santa Cruz, que “não consegue reconhecer o investimento que foi feito naquela ETAR”. O edil reconhece que é preciso fazer mais por aquela ETAR, diz que pretende fazê-lo “com cabeça”.