Jornadas Madeira: “Nunca vi um contrato programa estabelecido com qualquer câmara no âmbito das perdas de água”

Catarina Gouveia

Em relação às perdas de água que se verificam no concelho de Santa Cruz, Filipe Sousa diz ter já apresentado um conjunto de investimentos estruturantes ao Governo Regional, lamentando que exista “um preconceito político” para com o concelho que lidera.

“Nunca vi um contrato programa estabelecido com qualquer câmara no âmbito das perdas de água”, afirmou, lembrando, por outro lado, investimentos lançados pela autarquia, nomeadamente o abastecimento do aeroporto, o fim da rede de fibrocimentos e instalação de telegestão nos tanques. “Estamos a comprar menos água ao Governo”, orgulha-se o autarca.

Terminou, alertando Susana Prada para o facto de que o município precisar de 16 milhões de euros para concretizar a política de combate às perdas de água. Com o pouco investimento da autarquia, salientou, Santa Cruz conseguiu combater as perdas nas redes de água, reduzindo-as de 83% para 59%. "O setor dos lixos e das águas leva-nos por ano mais de 4,5 milhões de euros", acrescentou.