"Hoje, mais do que nunca, o maior vencedor é o Porto Santo", diz Nuno Batista

Marco Milho, no Porto Santo

Foi uma vitória cedo anunciada, na sede do PSD, no Funchal, mas que tardou a ser confirmada às dezenas de militantes que se encontravam junto à sede no Porto Santo.

O candidato, Nuno Batista, era cauteloso, e recusou falar antes de ter confirmada a vitória, o que só aconteceu já por volta das 23 horas. E só quando teve a equipa completa é que o novo presidente da Câmara do Porto Santo falou aos militantes.

"Hoje, mais do que nunca, o maior vencedor das eleições é o Porto Santo", começou por dizer Nuno Batista, que agradeceu à equipa, em especial a Artur Ferreira, eleito como vice-presidente, e à vereadora Mariana Vasconcelos. Fez ainda questão de aplaudir Joselina Melim e Fátima Silva, reconduzidas como presidentes da Junta de Freguesia e da Assembleia Municipal, respetivamente.

"Quem me conhece sabe que sou uma pessoa de equipas, e não seria capaz de falar para todos os porto-santenses se não tivesse, junto a mim, todos aqueles que foram responsáveis por esta vitória, porque só assim faz sentido", realçou, já aos jornalistas.

"A confiança que o povo nos deu... eles acreditaram em nós, e nós temos de estar lá. Já amanhã, se Deus quiser", acrescentou. "Para tentar resolver e encontrar as melhores soluções para o povo do Porto Santo. O povo do Porto Santo hoje deu uma clara demonstração que quer o bem e que chega do mal. Estamos aqui, todos juntos, estas famílias, independentemente das cores partidárias, para lutar pelos porto-santenses e pelo Porto Santo. Pelo bem comum, é isso o que nos move e é isso o que nos vai levar àquilo que queremos."