Debate JM: Nuno Batista e Miguel Brito debatem Porto Santo a partir das 11h00

Por David Spranger

Na sequência do ciclo de debates promovidos pelo JM, tendo em vista as eleições autárquicas do próximo dia 26 deste mês de setembro, hoje é dia de analisar o concelho do Porto Santo, com a presença de Nuno Batista, candidato pelo PSD/CDS, e Miguel Brito, que se apresenta pelo PS.

Nuno Batista vai a votos pela segunda vez, depois de ter perdido em 2013, a favor de Filipe Menezes, sendo que em 2017 'cedeu' o lugar a Idalino Vasconcelos, que acabou eleito presidente, cargo que detém atualmente.

Já Miguel Brito, que em 2019 foi eleito deputado à Assembleia Regional, é estreante em candidaturas à Câmara Municipal.

O debate, com início pelas 11h00, é conduzido pelos jornalistas Miguel Silva e Flávio MaTta e tem transmissão direta no canal JM no Youtube, nas páginas do jornal e da rádio no facebook e no canal Naminhaterra TV, para além do acompanhamento a edição online deste jornal. Pode ainda ser seguido através das rádios JM FM e Santana.

Este será o 9.º debate inserido neste evento do JM, depois de estarem já concretizados as iniciativas referentes à Calheta, Porto Moniz, Ribeira Brava, Machico, São Vicente, Ponta do Sol, Câmara de Lobos e Santa Cruz. Depois do Porto Santo, seguem-se, sucessivamente, amanhã, o concelho de Santana, com Dinarte Fernandes (CDS) e João Paulo Luís (PSD), fechando-se este ciclo na quinta-feira com o Funchal, entre Miguel Silva Gouveia (Coligação Confiança) e Pedro Calado (PSD/CDS).

Em 2017, o PS foi então vencedor das autárquicas no Porto Santo, com 37,9% dos votos, seguido de muito perto pelo PS, com 36,9%. O CDS não foi além dos 3,7%, tendo o Movimento Mais Porto Santo se intrometido na vereação, com 13,4% da preferência do leitorado. Em resultado, o PSD conquistou dois mandatos, o PS outros tantos, deixando um lugar para esse movimento de cidadãos. Em 2013 o PS vencera com 39,8%, relegando o PSD, com 33,4%, para a oposição.

Atualmente, o PSD que detém também a presidência da Assembleia Municipal, por Fátima Silva, e da única Junta de Freguesia da Ilha, por Joselina Melim, sendo ambas recandidatas.

Segundo os números já divulgados pela CNE, o Porto Santo tem 5.198 pessoas aptas, a votar, todas na Freguesia do Porto Santo. Naquele contingente, estão inseridos 52 estrangeiros com residência na Ilha Dourada,

Na variação, temos que hoje o concelho do Porto Santo tem menos 509 potenciais eleitores que em 2013, e no diferencial entre 2017 e 2021 são menos 80.