Debate JM: Brício Araújo garante que não há mérito nenhum na gestão financeira do JPP

Quando foi eleito, o JPP disse ter encontrado uma Câmara falida. Filipe Sousa afirma que hoje em dia, a capacidade de endividamento é de quase 18 milhões de euros.

Mas diz que não investiu porque considera que era uma loucura. "Todo o trabalho sério feito na área financeira faz com que possamos programar investimento nas várias áreas e preparar o concelho para o futuro. Não aceito que a candidatura de interesses partidários não reconheça ou não queira reconhecer aquilo que se fez", refere Filipe Sousa. Brício Araújo, candidato do PSD/CDS, afirma que "a grande verdade e toda a gente sabe disso é que Santa Cruz tinha um Plano de Ajustamento Financeiro, que já estava fechado".

"Não há mérito nenhum na questão financeira do JPP", afirma o candidato Brício Araújo. No debate que decorre no JM e que resulta de um conjunto de onze debates que estão a reunir candidatos de todos os concelhos, o candidato do PSD/CDS à Câmara de Santa Cruz acrescenta que Filipe Sousa, candidato do JPP, lança-se na falta de ideias e em termos de futuro, e que vão no sentido de que o candidato da coligação não dorme em Santa Cuz. "Mas o candidato Brício Araújo ama Santa Cruz, respira Santa Cruz e conhece melhor Santa Cruz que o candidato que está a governar há oito anos", defendeu. Brício Araújo lamenta que Filipe Sousa venha para o debate "com um discurso vazio e ataques pessoais" e sublinha ser notório que o candidato da coligação conhece mais o concelho.