Debate JM: Câmara de Lobos está na moda, mas candidatos divergem no conteúdo

Por David Spranger

Jacinto Serrão diz que Câmara de Lobos está na cauda do investimento na Região, Amílcar Figueira garante que o concelho está na moda, mas apenas à custa dos madeirenses e Pedro Coelho responde com números que evidenciam que o seu concelho está muito melhor.

Uma questão, em comum, também colocada aos três candidatos foi sobre se o desenvolvimento harmonioso tem chegado a todas as cinco freguesias do concelho.

Jacinto Serrão constata que as estatísticas oficiais indicam essa falta de desenvolvimento, e colocam “Câmara de Lobos na cauda do investimento. O poder de compra é dos piores de todos os concelhos da Região, mesmo incluindo concelhos mais pequenos, como os do Norte”, disse o candidato do PS. Referiu ainda que “o saneamento básico dos piores, mais de 50«% da população não está abrangida”, entre outras ‘fragilidades apontadas’

Já Amílcar Figueira denunciou que a autarquia “fez uma propaganda de apoio ao comércio local de 800 mil euros e só derramou na economia local100 mil. Não foi sério nem foi justo”, reclamou o candidato do CDS

Câmara de Lobos “está na moda”, reconheceu, “mas ainda há muita coisa por fazer, por resolver”. Mas sim, “está melhor”, mas à custa dos locais. Ou seja, “vemos muitos turistas que chegam, tiram a foto na baixa e vão embora. É falácia dizer que param em Câmara de Lobos e gastam”. Câmara de Lobos “está na moda, mas apenas com pessoas locais”, retificou, reivindicando a urgência de se “criar um roteiro turístico”.

Quanto a Pedro Coelho ressalvou que Amílcar Figueira fez tenção de fazer coligação com ele “mas agora já não presto”. Indo à questão, lembra que “quando chegamos à autarquia não havia hotéis, hoje temos dois e mais um para ser inaugurado”.

“Os comerciantes dizem que estão a faturar mais do que em 2019”, garante Pedro Coelho, atestando que “no segundo trimestre foram constituídas 15 sociedades e dissolvidas apenas cinco”.

“Em relação ao apoio vertido na economia local, Pedro Coelho explicou que “criamos o pacote, para apoiar quem teve prejuízos e efetivamente o que se verificou que os empresários não tiveram uma redução de 25% de faturação, conforme estava no pacote. Quem teve, foi apoiada”, garantiu o candidato do PSD. O “concelho está melhor”, mas “é claro que não resolveu os problemas todos”, sintetizou.

Nota ainda para a energética reação de Amílcar Figueira que garantiu que nunca defendeu uma coligação com o PSD em Câmara de Lobos.