Debate JM: Norberto diz que o presidente não sai do Gabinete; Franco acusa ao adversário de demagogia

Por David Spranger

Na análise o atual estado do comércio em Machico, nova grande diferença de opiniões entre os dois candidatos à Câmara Municipal de Machico. Ricardo Franco diz que a autarquia acompanha a dinâmica necessária e atesta com números, Norberto Ribeiro diz que Franco não sai do gabinete e não vê a realidade.

Ricardo Franco diz que falar em menor comércio “só se for durante o período da pandemia”.

“Em termos de economia, os dados do Governo Regional dizem que Machico é o terceiro concelho em termos de evolução no volume de negócios, no tempo do PSD eram em 233 milhões de euros e em 2019, já com o PS, foi de 420 milhões”.

Mais, diz Franco, “em termos de mortalidade de empresas, em 2019 registou-se a mais a mais baixa desde 2002, com 11%, quando no tempo do PSD estávamos nos 20%”.

Ou seja, “há dinâmica e se houve quebra fpoi devido à pandemia, como, de resto, em toda a Região”.

Norberto Ribeiro atacou então que “não vê a realidade porque está confinado ao seu gabinete”. No seu entendimento, “claramente sente-se que o comercio está a viver momentos de grandes dificuldades”, referindo ainda que “a Câmara não esteve à altura nas respostas” à crise pandémica. Não seria possível obrigar os visitantes a irem a Machico, “mas deveria ter sido melhor compensada essa ausência”. Diz que a redução hoteleira em Machico foi de 81% contra a média de 70% no todo regional”.