Debate JM: Campanha diferente mas proximidade garantida

Por David Spranger

Carlos Teles Sofia Canha e Gabriel Neto são unânimes de que esta será uma campanha naturalmente diferente, por via da pandemia, mas a proximidade aos eleitores terá sempre de estra garantida.

“O CDS definiu uma campanha de proximidade, mas com cuidados de não levar grandes acumulados às portas das pessoas. Todos os candidatos vacinados, mas o contacto será sempre distante, garantindo a desinfeção cuidada dos nossos manifestos”, conforme sintetizou Gabriel Neto.

Para Sofia Canha, o “essencial é o contacto de proximidade. Não estou em posição privilegiada porque o PS não está em nenhum Junta e não tem palco privilegiado. Estamos no terreno, a apresentar as nossas listas e conseguimos algo quase inédito, com candidatos a todas as freguesias. As pessoas conhecem-se e sabem, ao que venho”.

Também Carlos Teles preconiza uma “campanha será diferente respeitando as diretrizes sanitárias. Temos uma renovação em várias listas e o primeiro objetivo é apresentar as novas caras, onde temos muita juventude e muitos elementos do sexo feminino. Seguiu-se a passagem à apresentação das nossas ideias, porta a porta, com compromissos assumidos que serão para cumprir”.