Jornadas Madeira 2021: “É preciso manter a cultura e identidade” da Camacha, lembra Savino Correia

Savino Correia, antigo autarca de Santa Cruz, considera que, na Camacha, há ainda “muita coisa por fazer” e, em relação à obra de requalificação no Largo da Achada, agora em execução, vinca a necessidade de manter a cultura e a identidade dos locais.

Savino Correia disse ainda que gostaria que no Largo da Achada fosse criado um museu de camélias. “Era importante manter a identidade da freguesia”, sublinha.

Na resposta às declarações proferidas, Filipe Sousa refere ter “plena confiança” no projeto de requalificação no centro da Camacha e indica que naquele local será colocado um conjunto de plantas endémicas que “vai ao encontro do projeto que o vereador Dúlio projetou para o Largo da Achada”, rematou.