Jornadas Madeira 2020: Internamento em lares deve ser equacionado "só em última análise", diz Bernardino Trindade

No debate de mais uma edição das Jornadas Madeira, que decorre hoje no centro da Ribeira Brava, o pároco da Ribeira Brava Bernardino Trindade afirmou que as políticas sociais são transversais às várias idades e não só aos idosos como por vezes se entende, mas estes últimos merecem especial importância pelas adversidades que atravessam.

“Procuramos que os nossos idosos tenham qualidade de vida” assegura. Para que tal aconteça, é preciso promover que o idoso permaneça "o máximo tempo possível na sua habitação", e para isso são necessários serviços que se possam realizar nas respetivas casas.

Falta a rede de proximidade social de vizinhança e “aquelas caridades” que se vão fazendo nas paróquias, defende Bernardino Trindade. Para a promover, é essencial a existência de apoio à alimentação e à medicação, sendo que o internamento em lar deve ser uma hipótese colocada “só em última análise”, acredita.