Nuno Morna assume derrota da Iniciativa Liberal e lamenta que vamos ter “mais do mesmo”

Sofia Lacerda

Nuno Morna não teve pruridos em reconhecer que a Iniciativa Liberal perdeu as eleições e que nem sequer conseguiu cumprir aquilo que determinou serem ‘serviços mínimos’, “que era eleger um deputado”.

Assumindo que foram “um dos derrotados da noite”, lamentou que essa não tenha sido a postura de muitos outros partidos, na medida em que considerou que “o único vencedor foi o PSD”, “mas parece que só houve vencedores”.

“Ainda há pouco vimos o líder do CDS/PP a fazer uma grande festa porque tinha perdido quatro deputados e passado de principal partido da oposição para um terceiro lugar, onde elegeu um terceiro deputado rés vés”, criticou.

Nuno Morna desvalorizou ainda o fim da maioria absoluta pelo PSD, afirmando que “isso não tem importância nenhuma”.

“O PSD vai continuar a governar e agora, muito provavelmente, integrando dentro da sua estrutura governativa o CDS, que vai fazer as mesmas coisas que o PSD fazia e que andou a criticar durante muitos anos”, assinalou.

“Por isso, o que a gente vai ter, durante os próximos anos, vai ser mais do mesmo, mais socialismo”, rematou.