ACIF alerta para registo do Livro de Reclamações Eletrónico

A Associação Comercial e Industrial do Funchal informou em comunicado que estão atualmente registados na plataforma do livro de Reclamações eletrónico apenas cerca de 220.000 operadores, segundo informação divulgada pela Direção-Geral do Consumidor, o que “significa que muitos profissionais vendedores e prestadores de serviços ainda não disponibilizam o formato eletrónico do livro de reclamações”.

“Chamamos a vossa atenção para a necessidade de efetuar o registo o mais rapidamente possível de modo a evitar constrangimentos tecnológicos nos últimos dias de dezembro. Recorde-se que, de acordo com o comunicado do Gabinete do Senhor Secretário de Estado da Defesa do Consumidor, o prazo para registo foi alargado até 31 de dezembro de 2019”, sublinha a mesma fonte.

“Em caso de dúvida sobre se deve dispor do Livro de Reclamações Eletrónico, consulte a informação disponível em www.consumidor.gov.pt ou contacte a linha de atendimento e suporte através do 217 810 875”, acrescenta.

Conclui que o Livro de Reclamações Eletrónico é um projeto da responsabilidade da Direção-Geral do Consumidor/Ministério da Economia e da Imprensa Nacional Casa da Moeda.