Revisão em alta do rating da Madeira pela Moody's é sinal muito positivo, constata Pedro Calado

Patrícia Gaspar

Tal como a agência DBRS já havia feito, a Moody's reviu em alta o rating da Madeira. A notação poderá evoluir na próxima avaliação.

A agência norte-americana Moody's melhorou a perspetiva do rating da Madeira de estável para positiva.

Esta revisão em alta da capacidade financeira da Região em cumprir com suas obrigações já havia sido atribuída, em abril, pela agência canadiana DBRS.

De acordo com o vice-presidente do Governo Regional, Pedro Calado, este sinal favorável de duas das quatro maiores agências internacionais de classificação de risco de crédito significa, igualmente, que esta notação poderá evoluir numa próxima avaliação.

"Não obstante a manutenção da notação em Ba3, ainda em nível de investimento especulativo, esta classificação dá um sinal afirmativo para uma nova revisão em alta já em outubro", confirmou ao JM governante, destacando que nesta comunicação ao mercado, a Moody's alterou ainda a "Baseline Credit Assessement (BCA)", isto é, fortaleceu o perfil de risco de crédito da Região, de caa1 para caa2.

Pedro Calado considera que a melhoria na notação regional está suportada na evolução positiva a nível da dívida e na melhoria, continuada e sustentada, das condições financeiras da Região.