Huawei pode estrear HongMeng OS em smartphone, ainda em 2019

Após a polémica criada, com a inclusão da gigante chinesa na Entity List, a lista negra do Governo Americano, a Huawei prepara-se agora, para lançar um sistema operativo próprio, em alternativa ao Android.

O embargo criado por Trump, fez a marca acelerar o processo de desenvolvimento do HongMeng OS. O período de exceção para as entidades americanas negociarem com a empresa tecnológica, termina no final do mês de agosto, impedindo a fabricante de continuar a utilizar software Google.

O ano de 2019 pode marcar a estreia oficial do HongMeng OS no mercado internacional. No próximo dia 9 de agosto, realiza-se a anual Developers Conference, o encontro onde a Huawei irá apresentar a primeira Smart TV Honor, com o tão previsto, HongMeng OS. O referido modelo, foi desenvolvido inicialmente, para figurar apenas em smart gadgets, como sensores inteligentes ou assistentes caseiros, como meio de interligação entre os produtos, mas face à guerra declarada pelo Presidente dos EUA, pode agora ser adaptado a smartphones.

Segundo o site chinês Global Times, o primeiro dispositivo com o novo ecossistema, deverá ser lançado no último trimestre do ano para o mercado chinês, sendo destinado ao segmento de gama-média. Permanecendo a dúvida, se o mesmo irá ser lançado também para o mercado internacional.

Criando uma alternativa de funcionamento viável, a Huawei pode continuar a competir no mercado móvel internacional, onde sozinha, dispõe de mais de 800 milhões de utilizadores. A fabricante chinesa, é neste momento a segunda maior produtora de smartphones no mundo, à frente da Apple, e logo atrás da Samsung, e nem mesmo o conflito comercial, parece abalar o crescimento da empresa, que registou no segundo trimestre de 2019, uma subida das receitas na ordem dos 24%.