JPP defende carga fiscal de forma gradual para as empresas na Madeira

Redação

O JPP reuniu-se hoje com a Associação de Comércio e Indústria do Funchal, tendo o encontro servido para discutir assuntos que, no entender do Movimento, são relevantes para a competitividade da economia regional.

Segundo Élvio Sousa, o JPP como grupo responsável, defende a redução da despesa pública e a carga fiscal de forma gradual para as empresas da Madeira, “até porque não sabemos a verdadeira realidade do estado das contas públicas da Região”.

Nos termos da sustentabilidade das contas públicas, o JPP “defende a redução de um ponto percentual do IRC que, segundo Élvio Sousa, “foi uma das medidas apresentadas pelo JPP em sede de orçamento.” E acrescenta: “Sabemos que não podemos fazer uma redução drástica da carga fiscal, mas é possível descer um degrau e aliviar as empresas.”

Outro aspeto abordado na iniciativa foi a promoção e valorização do turismo, “nós gostaríamos de agradecer a todos os agentes que trabalham no turismo, desde os trabalhadores de limpeza até os diretores hoteleiros, todos eles têm contribuído na defesa do turismo, o que permitiu à Região ser galardoada como melhor destino insular da Europa.”