Albuquerque na BTL volta a denunciar os "preços absurdos" da TAP

Edna Baptista, em Lisboa

Miguel Albuquerque marcou presença esta tarde no stand da Região na Bolsa de Turismo de Lisboa, no Parque das Nações.
Em declarações ao jornalistas, o presidente do Governo começou por salientar que a participação da Madeira neste certame é mais uma forma de promover a Região apesar das dificuldades que se têm registado em termos das ligações aéreas entre a Madeira e o continente. “O mercado nacional continua a ser muito importante para a Madeira. Podia ser melhor se não se praticasse os preços absurdos que a TAP está a praticar, quer para a Madeira, quer para o Porto Santo”, afirmou.
Por isso mesmo, o governante considera importante levar a cabo uma promoção da região como aquela que está a será feita até domingo na BTL.
De acordo com Miguel Albuquerque, é necessário “continuar a fazer pressão junto do governo no sentido de intervir na TAP para baixar os preços”.
Quanto às soluções em mente, o presidente regional afirma que a criação de uma companhia própria não está nos planos. “É muito arriscado. E já temos o resultado do que aconteceu nos Açores”, explicou.
Mais acrescentou que, dada a situação da SATA, esta não revela interesse para a Região, mas não descarta a possibilidade da Rayner vir a operar na Madeira.
No entanto, o presidente ressalva que a entrada de uma terceira companhia terá que ser fruto de um “trabalho cuidadoso”.
“Não podemos, nem a ANA, entrar em situações de desproporcionalidade”, afirma, referindo-se ao sistema de benefícios e apoios.
Quanto à presença da Madeira na BTL, Miguel Albuquerque elogiou o Stand que a Região apresenta nesta 31 edição.
A bolsa de turismo de Lisboa decorre entre 13 e 17 de março, no parque das nações, e é considerada a maior plataforma de negócios e networking em Portugal no setor do turismo.