Têxtil e vestuário português promove-se hoje em ação de 'charme' em Bruxelas

O programa de promoção externa da indústria têxtil e vestuário portuguesa “Fashion From Portugal 4.0” é apresentado hoje em Bruxelas, propondo-se fortalecer a comunicação externa de uma fileira “que surge reforçada após um duro período de ajustamento”.

“Esta iniciativa tem como objetivo reforçar a comunicação externa de uma das fileiras mais dinâmicas e exportadoras da economia portuguesa, que surge reforçada após um duro período de ajustamento, reestruturação e modernização, pontificando, hoje, empresas altamente evoluídas tecnologicamente, reconhecidas pelo seu ‘know how’, criatividade, flexibilidade, intensidade de serviço e fortemente empenhadas na sustentabilidade, além de fortemente orientadas aos mercados internacionais”, destaca a Associação Têxtil e Vestuário de Portugal (ATP) em comunicado.

Segundo a associação, esta ação em Bruxelas será a primeira sessão de apresentação internacional do “Fashion From Portugal 4.0”, que decorrerá ao longo de um ano e terá um investimento estimado de 670 mil de euros, cofinanciados pelos Fundos Europeus Estruturais e de Investimento (FEEI), enquadrados no Programa Operacional da Competitividade e Internacionalização (POCI), no Portugal 2020 e no Compete 2020.

A iniciativa consistirá numa mostra da moda sustentável portuguesa, que se destacou como “a grande novidade” do último Salão Modtissimo, no Porto, e decorrerá no espaço “Le Bouche à Oreille”, numa parceria com a Associação Selectiva Moda e a Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal (AICEP) de Bruxelas, com o apoio da Embaixada de Portugal na Bélgica.

A campanha de promoção “Fashion From Portugal 4.0” dá continuidade ao projeto “Fashion From Portugal” - desenvolvido em 2016 e 2017 nos mercados alvo de Espanha, Alemanha, países nórdicos e EUA – e promove a imagem externa de três dos principais subsetores da indústria têxtil e vestuário portuguesa: a moda e marcas; o “private label” (que inclui os têxteis de alta tecnicidade); e os têxteis-lar.

Este projeto foi distinguido com o prémio europeu de promoção empresarial (European Entreprise Promotion Awards – EEPA) da Comissão Europeia, que tem a coordenação portuguesa pelo IAPMEI - Agência para a Competitividade e Inovação, na categoria de “Apoio à Internacionalização das Empresas”.

A edição deste ano tem como elemento diferenciador a “aposta nas tecnologias de informação para amplificar a promoção da imagem do setor”, de forma a alargar os públicos e mercados e reforçar a imagem de "indústria moderna, inovadora e tecnologicamente na vanguarda, inspirada pelo ‘design’ e fortemente orientada ao serviço do cliente, posicionando-se pelo valor”.

A indústria têxtil e vestuário portuguesa exporta mais de 5,4 mil milhões de euros anualmente para mais de 185 países em todo o mundo, sendo responsável por cerca de 10% das vendas de Portugal ao exterior e por um saldo líquido na balança de transações de mais de mil milhões de euros.