Norberto Rosa deixa BCP para ser secretário-geral da APB

Lusa

Norberto Rosa aceitou o convite para o cargo de secretário-geral da Associação Portuguesa de Bancos (APB), tendo renunciado às funções de membro não executivo do Conselho de Administração do BCP, anunciou o banco em comunicado.

Em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), o BCP refere que Norberto Emílio Sequeira da Rosa “comunicou à Comissão de Remunerações e Previdência do Banco Comercial Português, S.A. (“BCP”) ter aceitado o convite para o cargo de secretário-geral da Associação Portuguesa de Bancos”.

Considerando que, “no âmbito deste cargo, lhe caberá atender aos interesses do setor bancário como um todo, o que se mostra incompatível com o desempenho das funções de membro não executivo do Conselho de Administração do BCP”, Norberto Rosa pediu a “renúncia ao mesmo, bem como a inerente cessação do processo de autorização que seguia o seu curso normal junto das entidades competentes”.

Norberto Rosa foi quadro do Banco de Portugal, secretário de Estado do Orçamento nos governos de Cavaco Silva e Durão Barroso e administrador da CGD entre 2004 e 2013.