Já estão abertas as inscrições para a 5.ª edição da Cidade do Empreendedor

Tânia R. Nascimento

Abriram esta terça-feira as inscrições para a 5.ª edição da Cidade do Empreendedor, que decorre entre os dias 31 de outubro de 4 de novembro de 2018. Promovido pela Associação de Jovens Empresários Madeirenses (AJEM), o certame destina-se a empresas e empreendedores que queiram divulgar a sua marca, produto, serviço ou projeto.

De acordo com o presidente da AJEM, é possível inscrever-se até ao dia 28 de setembro, uma sexta-feira, devendo conhecer-se os selecionados "um mês ou três semana antes" do início do evento. A inscrição é possível online (CLIQUE AQUI).

Para além das entidades convidadas, como será o caso do Instituto de Desenvolvimento Empresarial (IDE), Nuno Agostinho adiantou que há duas categorias de inscrições, uma para as empresas já criadas e instaladas no mercado e outra para os empreendedores, que ainda não têm a sua empresa criada, mas que têm uma ideia de negócio.

"Todos os anos temos tido a preocupação de ter dois ou três stands com uma média de seis a oito empreendedores, que estarão também na feira e que serão também selecionados entre todas as candidaturas que obtivermos para que possam, também, dar os primeiros passos no processo de criação, confrontar as suas ideias e projetos com potenciais investidores ou até com outros empresários e poderem conferir a viabilidade das suas ideias e dos seus negócios", concretizou.

Este ano, à semelhança dos anteriores, a Cidade do Empreendedor vai acolher uma delegação de Canárias e outra de Cabo Verde. "Possivelmente esta edição vamos ter também delegações dos Açores e de Portugal Continental", acrescentou Nuno Agostinho.

Outra das novidades desta 5.ª edição será o 'layout' do evento, no qual a AJEM está a trabalhar, bem como o posicionamento dos stands. "O único conceito que se tem vindo a manter todos os anos é a existência de uma única entrada e de uma única saída, para priviligiar todos os stands e não haver melhores ou piores posicionamentos", revelou.

O certame vai ter lugar no Madeira Tecnopolo, onde haverá lugar para um total de 110 stands para 120 empresas, sendo que algumas deles irão partilhar o espaço.

Nuno Agostinho lembrou que, a primeira edição, que decorreu em 2014, contou com meia centena de stands e à volta de 60 empresas, que tiveram a visita de cerca de 3.500 pessoas. Já no ano passado, a Cidade do Empreendedor registou 108 stands, 110 empresas e ainda a visita de mais de 12.500 pessoas, números que demonstram o crescimento e o sucesso desta iniciativa.

O presidente da AJEM adiantou que também o número de alunos que visitam o certame tem vindo a crescer, sendo que, em 2017, surgiram 1.500 estudantes de várias escolas, "fora os que vieram sem ser em visita de estudo", disse, adiantando que tem havido um interesse cada vez maior também por parte de escolas de fora do Funchal.

Nuno Agostinho disse ainda que a taxa de renovação de empresas participantes nesta feira é de 80%. Quer isto dizer que a Cidade do Empreendedor "está a dar oportunidade a outras empresas", tendo esta renovação também a ver com "a dinâmica do próprio mercado".