Expomadeira quase lotada também abre portas à economia social

Susy Lobato

A presença de entidades ligadas à economia social é uma das novidades desta 35ª edição da Expomadeira, evento que decorre entre os dias 6 e 15 de julho no Estádio dos Barreiros.

A três semanas desta que é, segundo a organização, a "Maior Mostra das Atividades Económicas da Madeira", já foram registadas 73 inscrições, o que significa que cerca de 85% do espaço já está ocupado. Entre os inscritos, 30% das empresas participam pela primeira vez e 25% são empresas do exterior.

De acordo com a ACIF, que esta manhã convocou uma conferência de imprensa para apresentar a edição deste ano da Expomadeira, os interessados ainda se podem inscrever, sendo que cada stand, com nove metros quadrados, custa cerca de 700 euros.

A esse propósito, Jorge Sequeira, vice-presidente da ACIF, anunciou que foram adquiridos novos stands, substituindo aqueles que vinha sendo utilizados na última década.

De acordo com o responsável, o espaço contará com cerca de 300 stands e terá disponíveis 250 lugares de estacionamento para os visitantes.

Animação musical, ações de demonstração e sessões de 'showcooking' também farão parte desta Mostra.

O espaço e os produtos das empresas participantes podem ser visitados entre os dias 6 e 15 de julho, entre as 18 e as 00h nos dias úteis e entre as 16 e as 00h nos fins de semana.

As entradas custarão 1 euro, mas existem pacotes familiares (3 euros para 4 pessoas). O estacionamento custa 1 euro por hora.

Leia mais pormenores amanhã, na edição impressa do JM.