China aumenta para 25,5 ME apoio à construção do aeroporto moçambicano de Xai-Xai

A China anunciou hoje um apoio de 15 milhões de dólares (12,7 milhões de euros) para construção de um aeroporto na cidade de Xai-Xai, sul de Moçambique, duplicando a ajuda ao empreendimento.

A concessão da verba faz parte do Acordo de Cooperação Económica e Técnica assinado hoje pelo ministro dos Negócios Estrangeiros e Cooperação de Moçambique, Oldemiro Baloi, e pelo embaixador chinês em Maputo, Su Jian.

"O valor definido neste acordo acrescenta-se ao que já tínhamos assinado há algumas semanas, também no montante de 15 milhões de dólares [o que perfaz cerca de 25,5 milhões de euros no total], para o financiamento deste importante projeto", afirmou o embaixador da China em Moçambique.

O acordo, prosseguiu Su Jian, é uma garantia importante para o arranque das obras de construção do aeroporto de Xai-Xai.

"Estamos a correr para ganhar tempo, para que as obras possam arrancar o mais rapidamente possível", acrescentou Su.

Por seu turno, o ministro dos Negócios Estrangeiros e Cooperação de Moçambique, Oldemiro Baloi, afirmou que o entendimento demonstra que a China é um país amigo que soube estar sempre ao lado de Moçambique.

"O aeroporto de Xai-Xai constitui um empreendimento económico que colocará a província de Gaza no circuito das ligações aeroportuárias do país", afirmou o governante.

O acordo prevê igualmente a doação pela China de 100 autocarros novos para fortalecer a rede de transportes coletivos e que vão chegar a Moçambique no primeiro semestre do próximo ano.

Está também prevista no entendimento subscrito entre os dois países a instalação de infraestruturas para transmissão de televisão por satélite para 500 aldeias e povoações do país.