Governo apresentou orçamento de “vistas muito curtas”

A presidente do CDS-PP, Assunção Cristas, defendeu hoje que o Governo apresentou um “orçamento desigual”, de “vistas muito curtas” e “pouco transparente”, que carrega nos impostos indiretos e “cativações em longa escala”.

“De novo assente numa conjuntura externa muito favorável, uma conjuntura que praticamente nenhum primeiro-ministro teve, é um orçamento desigual, é um orçamento de vistas muito curtas e é um orçamento pouco transparente”, defendeu Assunção Cristas.

A líder centrista intervinha na Assembleia da República, na discussão na generalidade do Orçamento do Estado para 2018, fazendo perguntas ao primeiro-ministro, a quem desafiou a aprovar um regime fiscal para o interior, a excluir as cativações das verbas para a formação profissional e deixar cair as mudanças ao regime simplificado de IRS.