Proveitos totais do alojamento fixam-se nos 74,4 milhões de euros entre janeiro e março

Patrícia Gaspar

À exceção da estada média, o turismo está a crescer, desde janeiro, em todos os indicadores. De assinalar, é o exponencial aumento dos proveitos totais e de aposento do alojamento turístico, em março último: 898,9% e 1 000,0%, respetivamente.

Analisadas as contas hoje divulgadas pela Direção Regional de Estatística, os proveitos totais do setor do alojamento ascenderam, entre janeiro e março, aos 74,4 milhões de euros. No primeiro mês do ano, esse montante ficou-se pelos 19.680 milhões de euros, atingindo no mês seguinte os 21, 1 milhões de uros e os 33,6 milhões de euros em março.

Também o número de estabelecimentos em funcionamento aumento, passando dos 368 para os 373, no período em análise, e reforçando a capacidade de alojamento (número de camas) da Região, que se fixou em março nas 34,335 camas.

Em março, a Madeira registou um total de 647,4 mil dormidas no alojamento turístico, número que traduz, observa a DREM, um acréscimo bastante expressivo, de 667,9%, em comparação com o mês homólogo.

Já estada media (número de noites nas unidades de alojamento) caiu das 4,99 noites em janeiro para as 4,78 noites em março, embora tenha subido em relação a fevereiro (4,57 noites).