Madeira poupa 84 milhões com garantia de aval a empréstimo

O Governo da República garantiu ontem que o Estado dará o aval ao empréstimo de 458 milhões de euros, que a Região vai contrair para acudir às necessidades criadas pela crise pandémica.

Recorde-se que, ao abrigo de uma autorização excecional de endividamento fixada em 10% sobre o PIB de 2018, o Governo Regional vai contrair um empréstimo de 458 milhões de euros a pagar em 14 anos para mitigar as consequências provocadas pela pandemia da covid-19. A ‘luz verde’ da República ao aval permitirá à Região poupar seis milhões de euros por ano e 84 milhões de euros até ao final da vigência do empréstimo.

De acordo com o DN-Madeira, o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, informou ao final desta terça-feira o presidente do Governo Regional, Miguel Albuquerque, que o primeiro-ministro assumiu que o aval será concretizado a tempo, sendo que o prazo termina hoje.

Segundo a mesma fonte, o chefe de Estado deu ao líder do Executivo madeirense a garantia do aval numa reunião mantida após a realização do Conselho de Estado e da apresentação dos planos de recuperação económica.